JavaScript não suportado

 

Projetos

2017

  • Computação Desplugada: Estimulando o Pensamento Lógico Computacional de Estudantes de Escolas Públicas

2016

  • Tecnologia da informação e cidadania: fomentando a cultura de interação entre cidadãos e setor público através de dados governamentais
    • Coordenador: Prof. Alberto César Cavalcanti França
  • Utilizando dados abertos governamentais para aumentar a transparência e a participação pública no Brasil
    • Coordenador: Prof. Alberto César Cavalcanti França
  • Recrutamento e capacitação de voluntários no estado de pernambuco usando tecnologia da informação e comunicação
    • Coordenador: Prof. Danilo Ricardo Barbosa de Araújo
  • Uma proposta baseada em agregação de tráfego de redes celulares para provimento de internet de alta capacidade em regiões de difícil acesso no estado de Pernambuco
    • Coordenador: Prof. Danilo Ricardo Barbosa De Araújo
  • Eleições 2016: inclusão digital a partir da tv digital interativa utilizando dados abertos eleitorais
    • Coordenador: Prof. Douglas Véras e Silva
  • Desenvolvimento de uma ferramenta para acompanhamento contínuo dos mandatos dos parlamentares na câmara dos deputados e no senado federal
    • Coordenador: Prof. Kellyton dos Santos Brito
  • Sistema colaborativo de informação e comunicação social com foco nas políticas públicas
    • Coordenadora: Profa. Roberta Macêdo Marques Gouveia
  • Máquinas sociais governamentais: utilizando dados de segurança pública em benefício do cidadão
    • Coordenador: Prof. Vanilson André de Arruda Buregio

 

2015

  • Desenvolvimento de Aplicativos e Games Educativos para o Centro Histórico de Olinda
    • Coordenador: Gilberto Amado de Azevedo Cysneiros Filho
  • Desenvolvimento de Aplicativos e Games Educativos para o Parque Dois Irmãos
    • Coordenador: Gilberto Amado de Azevedo Cysneiros Filho
  • Desenvolvimento de uma Ferramenta para Acompanhamento Continuo dos Mandatos dos Parlamentares na Câmara dos Deputados e no Senado Federal
    • Coordenador: Kellyton dos Santos Brito
  • Desenvolvimento de uma Ferramenta para Análise das Políticas de Gênero e Financiamento de Campanha de Mulheres na Câmara dos Deputados e no Senado Federal
    • Coordenador: Kellyton dos Santos Brito
  • Inclusão Digital a Partir da TV Digital Interativa Utilizando Dados Abertos
    • Coordenador: Douglas Veras e Silva
  • Inclusão Socioambiental nas Comunidades de Suape Utilizando Design Computacional Centrado no Humano
    • Coordenadora: Roberta Macêdo Marques Gouveia
  • Promovendo a Inclusão Social Com o Desenvolvimento de Soluções Inovadoras
    • Coordenadora: Andreza Leite de Alencar
  • Uso da Tecnologia como Meio de Comunicação com a Sociedade Civil no Desenvolvimento do Cidadão Ativo
    • Coordenadora: Maria da Conceição Moraes Batista
  • Uso da Tecnologia da Informação e Comunicação para o Fortalecimento do Trabalho Voluntário no Estado de Pernambuco
    • Coordenador: Danilo Ricardo Barbosa de Araújo
  • Utilizando Dados Abertos Governamentais para Aumentar a Transparência e a Participação Pública no Brasil
    • Coordenador: Leandro Marques do Nascimento

 

2014

  • Políticas de Segurança para Dispositivos Móveis
    • Edital: BEXT-2014
    • Resumo: Nos últimos anos, o uso de dispositivos móveis (especialmente smartphones) no cotidiano das pessoas é uma realidade. Agora bastante mais acessíveis, os smartphones estão com preços que permitem que uma parcela significativa da população possam o comprar/utilizar. Uma das questões relevantes relacionadas a esse uso é a segurança. Cada vez mais, usuários utilizam esses aparelhos para acessar portais de bancos, fazerem comprar/pagamentos e até armazenar arquivos/fotografia privadas e confidenciais. Desta forma, medidas preventivas devem ser tomadas de tal sorte a minimizar o risco de um furo de segurança. Uma das medidas mais eficazes neste sentido é a adoção de políticas de segurança, nas quais os usuários poderiam configurar não apenas os detalhes técnicos do aparelho, como também modificar a forma de utilização de forma a reduzir drasticamente a possibilidade de ocorrência de situações indesejadas. Este trabalho visa propor um conjunto de políticas de seguranças que poderão ser usadas por diversos públicos (funcionários de empresas, alunos, agentes governamentais, dentre outros) para reduzir a possibilidade de ocorrência de problemas de segurança e também para mitigar possíveis problemas que possam ocorrer em função de um furo de segurança.
    • Docente da UFRPE:
      • Erica Teixeira Gomes de Sousa/Departamento de Estatística e Informática (Professora Executora)
      • Fernando Antônio Aires Lins/Departamento de Estatística e Informática (Coordenador e Professor Executor)
    • Discentes da UFRPE
      • Thaís Antunes Bione/Bacharelado Em Ciência da Computação (Bolsista/Pesquisadora)
  • DigiBiologia
    • Edital: BEXT-2014
    • Resumo: A Universidade Federal Rural de Pernambuco – UFRPE propõe o projeto DigiBiologia. Este projeto busca a inclusão digital através da proposição de jogos educativos no ensino da biologia em escolas municipais de Recife. Este projeto proporcionará o uso de ferramentas educacionais voltadas ao ensino-aprendizagem da biologia a crianças e adolescentes, permintido que os professores elaborem aulas mais dinâmicas e interativas. Além disso, esse projeto proporcionará a capacitação de professores por meio da implantação de cursos sobre a criação de jogos educativos no ensino da biologia. Desta forma, esta iniciativa buscar viabilizar o acesso aos recursos tecnológicos para os estudantes e professores da rede pública de ensino, atendendo um dos princípios orientadores da Extensão que é democratizar o conhecimento acadêmico, articulando o ensino com as demandas da sociedade. 
    • Docente da UFRPE:
      • Erica Teixeira Gomes de Sousa (Coordenadora e Professora Executora)
      • Fernando Antônio Aires Lins (Professor Executor)
    • Discentes da UFRPE
      • Natália Ferreira/Licenciatura em Biologia (Monitora)
      • Pricila Silva/Licenciatura em Biologia (Bolsista de Extensão)
  • EduMobile: Educação sem Fronteiras
    • Edital: BEXT-2014
    • Resumo: As soluções computacionais surgem nas diversas áreas do conhecimento, e, cada vez mais, figuram no cotidiano de nossa sociedade. Recentemente, além de dispositivos computacionais tradicionais, observa-se a disseminação dos dispositivos móveis, como tablets e smartphones, ampliando as possibilidades de utilização de estratégias de ensino-aprendizagem. Neste contexto, surge a discussão sobre recursos didáticos, técnicas e ferramentas que se adequam a apresentação de conteúdos educativos, buscando a melhoria na qualidade do processo, corroborando para a aprendizagem. O atual projeto visa propor ações de extensão que integrem pesquisa e ensino a fim de favorecer a inclusão social pela inclusão digital, levando para a sociedade o conhecimento produzido dentro da universidade, extrapolando, assim, seus muros. A proposta consiste no atendimento direto a estudantes do ensino médio e ingressantes no ensino superior, público alvo das ações pretendidas, através do ensino de algoritmos e programação. Concomitantemente, está previsto o desenvolvimento de recursos educacionais para dispositivos móveis, que podem ser testados e utilizados pelos estudantes atingidos pelo projeto, promovendo, desta forma, uma ampliação na disseminação do conhecimento adquirido e produzido na universidade, para o qual não estão delimitadas fronteiras. Assim, a atual proposta, além de apresentar conceitos fundamentais de Ciência da Computação para além dos muros da universidade, promove um enfoque maior no desenvolvimento de aplicativos educacionais, buscando ampliar o acesso ao conhecimento a uma parcela maior da sociedade.?
    • Docente da UFRPE:
      • Jeane Cecília Bezerra de Melo (Coordenador da ação, Orientador, Gestor)
      • Gilberto Amado de Azevedo Cysneiros Filho (Colaborador)
      • Rodrigo Nonamor Pereira Mariano de Souza (Colaborador)
      • Sidney de Carvalho Nogueira (Colaborador)
    • Discentes da UFRPE
      • Ingrid Danielle Vilela Costa/Bacharelado em Sistemas de Informação (Voluntária)
      • Tancicleide Carina Simões Gomes/Bacharelado em Sistemas de Informação (Bolsista de Extensão)
  • Produção de material didático em formato de vídeo para o ensino da língua de sinais brasileira
    • Edital: BEXT-2014
    • Resumo: Este projeto tem por objetivo contribuir com a inclusão plena das pessoas com deficiência auditiva em todos os aspectos sociais, tanto nos ambientes familiares e escolares como na sua inserção no mercado de trabalho e na vida produtiva com autonomia e responsabilidade social, defendendo a Libras como primeira língua a ser apreendida e garantia de acesso ao conhecimento. O diferencial deste projeto deve-se ao casamento adequado entre ensino e tecnologia. Através da geração de vídeos relacionados com o ensino de práticas de gastronomia para não-ouvintes e sua posterior divulgação em canais na internet, pretende-se passar mais conhecimento à parcela surda da população. Atualmente a maior parte do conteúdo que existe voltado para educação de surdos encontra-se em língua portuguesa. É necessário adequar este conteúdo em Libras, que é a língua de acesso aos surdos, além da utilização de imagens como mecanismo pedagógico de acesso. Os vídeos das receitas serão gravados respeitando os princípios da acessibilidade e da inclusão comunicacional com recursos como a Libras, legenda em língua Portuguesa e áudio-descrição. Sendo a produção inclusiva, o formato dos vídeos será analisado juntamente a pessoas cegas e também pessoas surdas para se chegar a uma proposta mais acessível a todos: ouvintes, surdos, cegos e pessoas com baixa visão. Ao fim do projeto, serão efetuados experimentos com pessoas assistindo aos vídeos produzidos e posteriormente realizando as atividades de culinária ensinadas. Com isso, poder-se-á verificar se o método de ensino escolhido é satisfatório para a formação do surdo na área de gastronomia.?
    • Docente da UFRPE:
      • João Marcelo Xavier Natário Teixeira/Departamento de Estatística e Informática  (Coordenador da ação, Gestor)
    • Docente da UFPE
      • Veronica Teichrieb (Colaboradora)
    • ?Docente da UPE
      • ?Luiz Albérico Barbosa Falcão (Colaborador)
    • Discentes da UFRPE
      • Maria Fernanda Britto Tenório/Bacharelado em Gastronomia (Bolsista de Extensão)
  • Aplicando o Uso de Novas Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) no Parque Dois Irmãos
    • Edital: BEXT-2014
    • Resumo: Zoológicos alcançam milhões de pessoas em todo o mundo, a maioria delas vivendo em áreas urbanas e tendo pouco ou nenhum contato com a natureza. Essas pessoas vêm para o zoológico por ter interesse em animais. O zoológico, por sua vez, tem o papel de melhorar o entendimento do público acerca dos animais e sua conservação. As novas Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) podem prover uma maneira divertida e envolvente de atrair e reter visitantes para o zoológico. Elas podem ser mostradas através de várias plataformas para conectar os visitantes e fornecer um canal interativo para entregar mais informações sobre os animais, eventos e notícias do zoológico. Por exemplo, elas podem ser visualizadas através de dispositivos móveis (como tablets e smartphones), quiosques interativos, desktops e laptops. Além disso, as TICs podem ser integradas com mídias sociais tais como Facebook e Twitter. Este projeto tem o objetivo de promover o uso de novas Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) no Parque Estadual Dois Irmãos. Em particular, o projeto visa a criação: (i) de um mapa digital interativo do Parque, (ii) de QR codes sobre os animais, (iii) de aplicativos para dispositivos móveis, (iv) de uma rede social educativa para escolas parceiras que poderão criar um mapa com as informações (textos, fotos e vídeos) coletadas pelos alunos durante a visita no parque e (v) jogos educativos dentro da temática do zoológico . Na universidade, este projeto tem como meta a articulação entre o DEINFO e o Departamento de Biologia.
    • Docentes da UFRPE:
      • Betânia Cristina Guilherme/Departamento de Biologia (Colaborador)
      • Carmen Roselaine de Oliveira Farias/Departamento de Biologia (Colaborador)
      • Ednilza Maranhão dos Santos/Departamento de Biologia (Colaborador)
      • Gilberto Amado de Azevedo Cysneiros Filho/Departamento de Estatística e Informática (Coordenador da Ação, Gestor)
      • Marcelo Luiz Monteiro Marinho/Departamento de Estatística e Informática (Colaborador)
      • Taciana Pontual da Rocha Falcão/Departamento de Estatística e Informática (Colaborador)
    • Discentes da UFRPE
      • Antônio Paulo Batista Junior/Licenciatura Em Computação (Colaborador)
      • Rodrigo Cavalcanti Lins/Licenciatura Plena Em Computação (Colaborador)
      • Thais Karoline Ferreira da Silva/Licenciatura Plena Em Ciências Biológicas (Colaborador)
      • Thays Ferreira da Silva (Bolsista de Extensão)
  • Aplicando o Uso de Novas Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) na Cidade Histórica de Olinda
    • Edital: BEXT-2014
    • Resumo: O centro histórico de Olinda é uma região recheada de histórias, tradição e foi palco de eventos fundamentais para o entendimento do que levou Pernambuco e o Brasil a se tornarem o que são hoje. O local foi declarado como Monumento Nacional e Patrimônio Mundial pela UNESCO, dada sua importância histórica e riqueza cultural. O centro histórico atrai anualmente uma quantidade significativa de turistas e alunos de escolas buscando: i) conhecer a beleza de suas construções dos séculos passados; ii) se deslumbrar com a vista do mar proporcionada pela localização privilegiada da cidade; iii) consumir produtos de artesanato; iv) conhecer a sua história. A disciplina de história é frequentemente associada com o antigo e estático em termos de ensino e aprendizado. O objetivo desse projeto é investigar como o uso de novas tecnologias de informação e comunicação (TICs) podem ser usadas como ferramentas para o ensino de história. As TICs podem fornecer uma maneira divertida e interativa para o ensino de história. O objetivo principal desse projeto é produzir ferramentas digitais de m-learning' relacionadas ao Centro Histórico de Olinda como forma de atender a demanda social de divulgação e valorização deste patrimônio histórico. Na universidade, este projeto tem como meta a articulação entre o Departamento de Informática e Estatística, o Departamento de Educação e o Programa de Pós-Graduação em História.
    • Docentes da UFRPE:
      • George Augusto Valença Santos/Departamento de Estatística e Informática (Colaborador)
      • Gilberto Amado de Azevedo Cysneiros Filho/Departamento de Estatística e Informática (Coordenador da Ação, Gestor)
      •  Ricardo de Aguiar Pacheco/Departamento de Educação (Colaborador)
      • Taciana Pontual da Rocha Falcão/Departamento de Estatística e Informática (Colaborador)
    • Discentes da UFRPE
      • Allan Monteiro de Lima/Bacharelado Em Ciência da Computação (Colaborador)
      • Antônio Paulo Batista Junior/Licenciatura Em Computação (Colaborador)
      • Mardeni Ferreira de Souza Sa/Bacharelado Em Ciência da Computação (Bolsista de Extensão)
      • Rodrigo Cavalcanti Lins/Licenciatura Plena Em Computação (Colaborador)
  • Ferramentas para Construção de Jogos Digitais no Ensino da Matemática: Ampliando o Processo de Aprendizagem Através da Tecnologia
    • Edital: BEXT-2014
    • Resumo: Segundo (FILHO et al., 2013), é preciso retirar dos alunos a noção de que a aprendizagem da Matemática acontece quando fórmulas e algoritmos são decorados e reutilizados em exercícios propostos pelos professores ou pelo material didático. Essa problemática é reforçada por (FIGUEIREDO e BITTENCOURT, 2005) ao afirmar que princípios matemáticos são explorados de forma dissociada da realidade do aprendiz, tornando-se pouco significativos para ele e transformando a Matemática em algo teórico e distante de seu cotidiano. Esta abordagem reduz a atratividade da disciplina e promove altos índices de reprovação. Diante deste cenário, a presente proposta busca apoiar a aprendizagem da Matemática no Ensino Fundamental com a introdução de softwares de construção de jogos digitais. A partir de ações de capacitação, professores e alunos poderão desenvolver jogos eletrônicos que trabalhem os conceitos vistos em sala e, assim, dinamizar o ensino. A adoção de tais ferramentas é facilitada pela independência de sintaxes formais ou lógicas de programação complexas. Um exemplo é o software Scratch, desenvolvido pelo Massachussets Institute of Technology (MIT): sua linguagem intuitiva permite a criação de jogos, animações e demais programas interativos por pessoas sem base em programação ou lógica. Sob a perspectiva do aprendiz, destaca-se o aspecto lúdico desses sistemas e a contribuição para que o aluno pesquise, construa e aplique o conhecimento de forma colaborativa. Sob a ótica do educador, têm-se ferramentas ajustáveis ao conteúdo que busca transmitir, podendo ser aplicadas ao longo de toda disciplina, numa abordagem prática e evolutiva.
    • Docentes da UFRPE:
      • George Augusto Valença Santos/Departamento de Estatística e Informática (Coordenador da Ação, Gestor)
      • Gilberto Amado de Azevedo Cysneiros Filho/Departamento de Estatística e Informática (Colaborador)
    • Discentes da UFRPE
      • Priscila Gabriele Marques dos Santos/ Bacharelado em Ciencia da Computação (Bolsista de Extensão)

Projetos de Colaboração

  • De Olho na Água do Capibaribe: "Estratégias Educativas de Monitoramento da Qualidade da Água"
    • Edital: PROEXT-2014
    • Resumo: A proposta do projeto 'DE OLHO NA ÁGUA DO CAPIBARIBE: ESTRATÉGIAS EDUCATIVAS DE MONITORAMENTO DA QUALIDADE DA ÁGUA” é coordenado pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), por sua Área de Ensino das Ciências Biológicas do Departamento de Biologia, e propõe reflexão e diálogo sobre a importância de ações educativas socioambientais na bacia do Capibaribe. Objetiva Fortaler a investigação socioambiental na Bacia Hidrográfica do Capibaribe, através de ações de gestão e monitoramento da qualidade ambiental. A proposta dá continuidade às ações do Programa 'EDUCAÇÃO PARA A GESTÃO COMPARTILHADA DA ÁGUA' (2013) e seus projetos associados. O projeto prevê atuação em 10 escolas públicas do Alto , Médio e Baixo Capibaribe tendo como principais parceiros o Comitê da Bacia Hidrográfica do Capibaribe (COBH/Capibaribe), a Agência Pernambucana de Águas e Clima (APAC), a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), a Associação Águas do Nordeste (ANE), além da cooperação firmada de várias instituições governamentais municipais e não-governamentais. Será criado um Núcleo de Pesquisa escolar que objetivará criar estratégias educativas, unindo extensão, pesquisa e ensino através de diversas ações que venham colaborar para difusão da proposta em toda a Bacia hidrográfica do Capibaribe, levando em consideração as comunidades escolares, urbanas e rurais. A atividade de monitoramento será realizada de forma participativa, contendo ações de gestão e monitoramento serão realizadas através de curso, palestras, seminários, oficinas pedagógicas, treinamentos, entre outras. Durante o projeto serão realizadas avaliações trimestrais em conjunto com todos os participantes do projeto e o COBH.
    • Unidade de Origem: Departamento de Biologia da UFRPE
    • Docentes da UFRPE:
      • Betânia Cristina Guilherme/Departamento de Biologia (Coordenador da Ação)
      • Carmen Roselaine de Oliveira Farias/Departamento de Biologia (Vice-Coordenador, Tutor, co-orientador)
      • Gilberto Amado de Azevedo Cysneiros Filho/Departamento de Estatística e Informática (Colaborador, Palestrante/Conferencista,Tutor)
      • Kellyton dos Santos Brito/Departamento de Estatística e Informática (Tutor, Supervisor)
    • Discentes da UFRPE:
      • Camila Rito Gomes/Licenciatura Em Ciências Biológicas (Bolsista de Extensão)
      • Cleopatra Maria do Ó/Licenciatura Em Ciências Biológicas (Bolsista de Extensão)
      • Priscila da Silva Alves/Bacharelado Em Ciências Biológicas (Bolsista de Extensão)
  • De Olho na Água do Capibaribe: "Estratégias Educativas de Monitoramento da Qualidade da Água"
    • Edital: BEXT-2014
    • Resumo: A proposta do projeto aqui apresentada é coordenado pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), por sua Área de Ensino das Ciências Biológicas do Departamento de Biologia, e propõe reflexão e diálogo sobre a importância de ações educativas socioambientais na bacia do Capibaribe. Tem como objetivo fortalecer a investigação socioambiental na Bacia Hidrográfica do Capibaribe, através de ações de gestão e monitoramento da qualidade ambiental, bem como na promoção de diálogos entre as escolas e comunidades no que tange a problemática ambiental em questão. Será criado um comitê de ações socioambientais juntamente com outros projetos articulados com o Programa Capivara. Também serão realizadas estratégias educativas, unindo extensão, pesquisa e ensino através de diversas ações que venham colaborar para difusão da proposta em toda a Bacia hidrográfica do Capibaribe, levando em consideração as comunidades escolares, urbanas e rurais. As atividades de monitoramento serão realizadas de forma participativa, contendo ações de gestão e monitoramento serão realizadas através de curso, palestras, seminários, oficinas pedagógicas, treinamentos, entre outras. Serão envolvidas 06 escolas e comunidades próximas as margens do rio Capibaribe e órgãos não-governamentais. As principais atividades serão coleta de monitoramento da qualidade de água da Bacia Capibaribe, palestras, oficinas, produção de mídias, criação de comitê, etc Durante o projeto serão realizadas avaliações trimestrais em conjunto com todos os participantes do projeto e o COBH. Além, de avaliação entre todos os participantes para avaliarem as ações oriundas do projeto e quais as perspectivas futuras para o trabalho educacional.
    • Unidade de Origem: Departamento de Biologia da UFRPE
    • Docentes da UFRPE:
      • Betânia Cristina Guilherme/Departamento de Biologia (Coordenador da Ação, Gestor)
      • Carmen Roselaine de Oliveira Farias/Departamento de Biologia (Co-orientador)
      • Flávia Carolina Lins da Silva/Departamento de Educação (Vice-Coordenador)
      • Gilberto Amado de Azevedo Cysneiros Filho/Departamento de Estatística e Informática (Colaborador)
    • Discentes da UFRPE:
      • Camila Rito Gomes/Licenciatura Em Ciências Biológicas (Bolsista de Extensão)
      • Cleopatra Maria do Ó/Licenciatura Em Ciências Biológicas (Bolsista de Extensão)
      • Priscila da Silva Alves/Bacharelado Em Ciências Biológicas (Bolsista de Extensão)

2013

  • Aprendendo e ensinando Educação Ambiental usando Tecnologia de Informação e Comunicação
    • Edital: BEXT-2013
    • Coodenador: Gilberto Amado de Azevedo Cysneiros Filho
    • Bolsista: Priscila Gabriele Marques dos Santos
  • EduMobile: Educação sem Fronteiras
    • Edital: BEXT-2013
    • Coodenadora: Jeane Cecília Bezerra de Melo
    • Bolsista: Tancicleide Carina Simões Gomes
  • GENNET – Objetos de Aprendizagem
    • Edital: BEXT-2013
    • Coodenadora: Guilherme Villar
    • Bolsista:
  • Produção de Material Didático Digital para Educação Ambiental
    • Edital: BEXT-2013
    • Coodenador: Gilberto Amado de Azevedo Cysneiros Filho
    • Bolsista: Thays Ferreira da Silva
  • Estudos Socieducativos sobre a Incidência das Zoonoses com Aplicações Estatísticas para com Prevenção e Acompanhamento com os Turores dos seus Animais
    • Edital: BEXT-2013
    • Coodenador: Paulo Renato Alves Firmino
    • Bolsista:

Projetos de Colaboração

  • Eucação para a Gestão Compartilhada da Água
    • Edital: PROEXT-2013
    • Coodenadora: Carmen Roselaine de Oliveira Farias (Departamento de Biologia/UFRPE)
    • Unidade de Origem: Departamento de Biologia da UFRPE
    • Docentes do DEINFO: Gilberto A. de A. Cysneiros Filho e Kellyton dos Santos Brito
  • De Olho na Água do Capibaribe: "Estratégias Educativas de Monitoramento da Qualidade da Água.”
    • Edital: BEXT-2013
    • Coodenadora: Betânia Cristina Guilherme (Departamento de Biologia/UFRPE)
    • Unidade de Origem: Departamento de Biologia da UFRPE
    • Karen Tatiane Tobias Silva (Licenciatura Em Ciências Biológicas/UFRPE)
    • Docentes do DEINFO: Gilberto Amado de Azevedo Cysneiros Filho

2012

  • Aplicativos Educacionais Para Dispositivos Móveis
    • Edital: BEXT-2013
    • Coodenadora: Jeane Cecília Bezerra de Melo
    • Bolsista: Tancicleide Carina Simões Gomes
  • Maratonas de Programação como Ferramenta para Ensino de Computação: uma experiência dentro e fora da UFRPE
    • Edital: BEXT-2011
    • Coodenador: Rodrigo Nonamor Pereira Mariano de Souza
    • Bolsista: Bruno Germano B. de SÁ Siqueira

Projetos de Colaboração

  • Programa Capivara: educação socioambiental na bacia do Capibaribe
    • Edital: PROEXT-2011
    • Coodenadora: Carmen Roselaine de Oliveira Farias (Departamento de Biologia/UFRPE)
    • Unidade de Origem: Departamento de Biologia da UFRPE
    • Docentes do DEINFO: Gilberto A. de A. Cysneiros Filho e Kellyton dos Santos Brito